Pequinês

          

Tamanho: 3 – 5,5kg, 15 – 23cm
Cuidados com a pelagem: difícil
Adestramento: difícil
Cores: todas

São desconhecidas as origens do famoso “cão de manga” das cortes chinesas. Foram trazidos ao Ocidente em 1860, após as tropas britânicas entrarem na Cidade Proibida na Segunda Guerra do Ópio. No final do séc. XIX, os padrões da raça, regras criadas pela imperatriz viúva Cixi (Tzy-Hsi), diziam que o cão deveria ter hábitos alimentares meticulosos, uma juba para lhe dar aura de dignidade, pés peludos para caminhar em silêncio e pêlo de qualquer cor para combinar com todas as peças do guarda-roupa real. As pernas deveriam ser arqueadas para desencorajar o cão de vagar sem rumo, resultando num andar saltitante.
Cheio de vontades, o pequinês não é fácil de adestrar. É um companheiro calmo e bom para quem tem tempo de cuidar dele, pois sua pelagem requer cuidados diários. Tem vida longa e tendência a tumores subcutâneos benignos de células adiposas – lipomas. O dorso longo e o nariz curto podem levar a problemas de coluna e respiratórios.