Cocker Spaniel Ingles

          

Tamanho: 13 – 15kg, 38 – 41cm
Cuidados com a pelagem: médio
Adestramento: fácil
Cores: todas as cores

São cães afetuosos desde que surgiram na Espanha há quase mil anos. Antes “spaniel” era uma palavra genérica que se referia a cães que levantavam aves do mato ou pântano e depois recolhiam-nas para o dono. Até 1800, pequenos spaniels usados para caçar galinholas no sudoeste da Inglaterra e no País de Gales chamavam-se “Cocker spaniel”: origem do Cocker spaniel inglês moderno. Há tempos, é um dos cães de estimação favoritos do mundo inteiro. A cabeça arrendondada, as orelhas moles e os olhos grandes personificam companheirismo.
Alguns ainda são cães de trabalho, mas a maioria é cão de companhia. São escolhidos por causa da aparência e pelagem exuberante, que existe em mais de 30 combinações de cores. Os cães criados para exposição mantêm o potencial de trabalhar no campo, e o cocker spaniel de trabalho costuma ser criado a partir de linhagens completamente diferentes.
Estes têm o corpo mais curto, orelhas menores oscilantes e um desejo mais frenético de trabalhar que é um legado do springer spaniel inglês. De todas as raças, essas linhagens de cockers são as mais bem-sucedidas como cães para surdos.
A popularidade tem seus inconvenientes e os cruzamentos indiscriminados aumentam as ocorrências de problemas oculares e cutâneos. Os cockers também sofrem de hipotireoidismo. Câncer e cardiopatias ainda são raros, mas há problemas comportamentais, especialmente em cães de cores sólidas. A maioria, porém, vivem bem.